Transformando resíduos
em energia elétrica

Unidade de Recuperação Energética

Em maio de 2019, o Instituto Estadual do Ambiente (Inea) emitiu uma Licença Prévia para a Ciclus implantar a Unidade de Recuperação Energética (URE) do Caju, que pode ser a primeira usina com tecnologia waste-to-energy do Brasil.

Na URE, os resíduos são usados como insumo para a geração térmica de energia.

A usina será construída na planta da ETR do Caju e vai promover o tratamento térmico de 1,3 mil toneladas de resíduos por dia, gerando 30 MW de energia elétrica, o suficiente para abastecer um município de 200 mil habitantes.

A tecnologia waste-to-energy é uma solução com benefícios sociais e ambientais que ultrapassa o potencial energético.

Mais importante do que a geração de energia é o impacto da URE na gestão de resíduos: com estes beneficiados já na estação de transferência, menos viagens de carretas serão necessárias para levá-los até a CTR. Isso diminui o volume depositado na central, melhora o trânsito na cidade e ajuda a diminuir a emissão de gases poluentes.

Gerar energia a partir de resíduos é uma tendência mundial

Em todo o mundo, a tecnologia WtE atende a uma população de 2,6 bilhões de pessoas e reduz até 90% do volume original de resíduos. A China, por exemplo, transforma 35% dos resíduos em eletricidade e, na Europa, são 931 usinas WtE.

Ficou alguma dúvida?

Rua Sete de setembro, 43, salas 710, 711 e 712
Centro – Rio de Janeiro, RJ – CEP: 20050-003

contato@ciclusambiental.com.br

(21) 3782-6700

Desenvolvido por Meow Digital